começando 2016 com Linux

Olá leitores! Vamos iniciar 2016 dando uma atenção especial ao software livre. Regularmente irão ver por aqui postagens de ajuda, tutoriais de instalação e configuração, todas baseadas a partir da distribuição Debian 8 (ou Debian Jessie, como preferir). Dentre as inúmeras distribuições do nosso querido pinguim, por que escolhi a Debian? Vamos lá:

  • É mantido por seus próprios usuários
  • Suporte não-paralelo
  • Você não estaria sozinho na sua escolha
  • O melhor sistema de empacotamento do mundo
  • Fácil instalação
  • Incríveis quantidades de software
  • Pacotes bem integrados
  • DFSG (Definição Debian de Software Livre)
  • Atualizações fáceis
  • Múltiplas arquiteturas e núcleos
  • Sistema de controle de bugs
  • Estabilidade
  • Rápido e leve com a memória
  • Drivers para a maioria do hardware são escritos pelos usuários de GNU/Linux / GNU/kFreeBSD, não pelos fabricantes
  • Boa segurança do sistema
  • Software de segurança
    (detalhes de todas essas afirmações em https://www.debian.org/intro/why_debian.pt.html)

E um dos principais motivos na minha opinião: desafio! Debian tem a fama de ser uma das distribuições mais difíceis de se manter “redonda”. É comum a grande maioria de usuários e profissionais de informática serem acomodados, ora graças às facilidades que o Windows nos proporciona, ora pelo próprio profissional não estar interessado em aprender, aquele tipo de programador que diz: “Funcionou, legal! Mas não tenho a mínima ideia de como funcionou.”

 

Mãos a obra! Vamos baixar a .iso da última versão do Debian em:

https://www.debian.org/CD/http-ftp/index.pt.html

 


Nesta dica, vamos usar um pendrive de instalação, mas você pode optar em queimar a .iso num DVD após baixá-la, fica a seu critério. Veja na imagem abaixo, quando entrar no link fornecido, você irá até “Imagens ofciciais de CD/DVD da distribuição estável, em “DVD” escolha o tipo de seu sistema, de acordo com essa tabela:

amd64 – Para sistemas x64
armel – Processadores arm (smartphones e outros)
kfreebsd-i386 – Usar o kernel freebsd x32
kfreebsd-amd64 – Usar o kernel freebsd x64
i386 – x32
ia64 – Intel itanic (Raridade) http://pt.wikipedia.org/wiki/IA-64
multi-arch pode escolher entre x32 2 x64

OBS. IMPORTANTE: Se você tem 4GB de ram ou mais e usa processador de 64 bits (seja ele Intel ou AMD), baixe a versão amd64, caso contrário, baixe a versão i386. Muitos usuários de processadores Intel ficam em dúvida quanto a nomenclatura, mas esse não é o foco desse post, veremos isso detalhadamente em outra publicação.

debian

 

Na próxima tela, escolha o DVD_1.iso e aguarde o download concluir.

 

debian2

 

Depois que sua .iso baixar, baixe esse programa: unetbootin-windows-613

Na tela do UnetBootIn, marque a opção na parte de baixo da tela: “imagem de disco”, no final dessa linha clique em ” … ” e escolha o arquivo .iso que acabou de baixar, feito isso clique em ok e em algum tempo seu pendrive de instalação com a última versão do Debian estará pronto.

uni

 

Após a conclusão do pendrive, dê boot na máquina a partir do pendrive e siga as instruções da tela para iniciar a instalação.

boa sorte! Se curtiu, compartilhe, divulgue e acesse os links desse blog.


 

Publicado em 4 de janeiro de 2016 em Linux

Compartilhe essa publicação

Sobre o autor

Cleiton Rodrigues é analista e desenvolvedor de sistemas pelo IFSP. Micro empreendedor individual. Profissional de T.I. desde 2001. Proprietário da I.T. Solutions Info & Web. Mantém o blog da I.T. Solutions com muita dedicação e acredita que as dicas aqui publicadas podem ajudar os leitores de alguma forma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com